sábado, 14 de abril de 2012

Hot Adiction


 


Capitulo 12


(Coloquem para carregar:  
video




- Martini. 
- Bloody Mary. 
- Sex on the Beach. 
- Ah, duas cervejas mesmo, nada dessas frescuras! - mica disse e sophia o reprovou com o olhar. 
- Eu quero um Blue Lagoon - sooph sorriu, colocando o cardápio na mesa, sorrindo para mica. - Hm, o casal do ano chegou e parece muito bem - ela falou, na verdade eu tive que ler o que ela disse, e olhei para trás, vendo rayanna e arthur virem até a gente, sorrindo abobalhados. 
- Olá... - rayanna foi a primeira a se aproximar, dando altos risinhos. Eu sorri falsamente e ela me abraçou. 
Querida. 
Duas mesas foram juntadas: ao meu lado tinha espaço para chay. Do outro, arthur sentou; logo, rayanna . Do outro lado, sooph, mica, perola e Rachel (sim, Rachel), e pelo o que eu fiquei sabendo, dois amigos dos meninos viriam também. 
- Nossa, rayanna , o que devemos a honra de sua alegria? Isso está me contagiando! - mica disse rindo, e me olhando de canto de olho. Eu sei, ele faz de propósito. 
- Eu e o arthur estamos planejando uma viagem, quando ele tirar férias. Pode ser que demore um pouquinho, mas vamos começar a planejar, para sair tudo perfeito - ela sorriu ainda mais, abraçando arthur pela barriga, dando um beijo em seu rosto. - Quem sabe essa viagem já não é nossa lua de mel?! - eu tossi de leve, e por sorte, a voz de chay interrompeu qualquer outros planos do casal mor, que a queridinha estava falando. Casar? Eu ouvi bem? 
- Stephan e Lucca, essa é a lua , a mulher da minha vida - chay sorriu, me dando a mão para que eu levantasse, e me abraçou pela cintura. 
- Sem exageros, chay querido - sorri sem graça, cumprimentando os dois. Mas voltando a atenção para chay. O que dizer sobre uma camisa branca com três botões abertos, um cabelo todo bagunçado e olhos tão marcantes? Ai, chay. 

Depois de um bom tempo de conversa, muita bebida e muito aperitivo, senti minha bexiga protestar por um banheiro. 
- Já volto, vou ao banheiro - levantei, pegando minha bolsa. Tenho que confessar que o banheiro daquele restaurante fica longe, e em um lugar mal iluminado. Acho que deve ser uma estratégia para casais. Um pseudomotel, será? Ok, lua , cala sua boca. 

arthur’s P.O.V. 
- Amor, acho que esqueci meu celular no carro. Minha mãe ficou de ligar para dar notícia do meu primo que estava doente - sussurrei no ouvido da minha namorada, vendo sua expressão de dúvida. Primo, arthur? Que primo? 
- Primo, amor? Você não me disse nada. 
- É, acho que eu esqueci. Mas um primo meu está muito doente e minha mãe ia me ligar se precisasse de algo. Você conhece minha mãe, né? Tem que avisar a família inteira... - rayanna concordou, me levantei e saí sob o olhar do chay. 
Saí pela primeira porta do restaurante, sentindo o vento gelado bater no meu rosto. Mas logo o ar quente do estabelecimento voltou à tona, quando entrei pela outra porta, que ninguém da minha mesa me veria entrar. 
Caminhei calmamente até o banheiro. Por sorte, lua estava parada em frente ao masculino, toda destrambelhada, mexendo na bolsa. 
- arthur, o que é isso? 'Ta louco? - empurrei lua banheiro adentro, dando um susto nela, a deixando com a cara toda vermelha de raiva. Um música qualquer saía das caixinhas de som embutidas por todo local. Pois é, banheiro moderno. 
- Desculpa, luuhzinha, eu te assustei? - me aproximei dela, deixando-a contra a parede. 
- O que você quer? Se não percebeu, eu estou no banheiro masculino! - ela falou um pouco mais alterada e eu a prendi com meus dois braços, um em cada lado de seu corpo. 
- Eu quero você... - sussurrei em seu ouvido, sentindo-a arrepiar e suspirar. - E quanto ao banheiro, você sabe, homens não necessitam tanto assim ir a um. 
- O que é? Sua namoradinha não 'ta dando conta do recado, é? - ela riu sarcástica, tentando tirar meus braços que a prendiam, mas ela não conseguia força suficiente para isso. - Me solta, arthur! 
- Sabe, ela até dá conta sim, mas ela não é você, e é você quem eu quero agora - fitei seus olhos, que lutavam para resistir, mas ela não ia. Não ia. 
Comecei a morder seu lóbulo, sentindo seus suspiros em meus rosto. Fui beijando sua bochecha, queixo, pescoço, busto... E aos poucos, senti lua relaxar e parar de tentar resistir. 

(N/A: coloquem a música pra tocar!) 

N: Do I turn you off? 
(Estou fazendo você perder esperança?) 
T: Nope 
(De maneira alguma) 
N: Didn’t think so 
(Bem que eu imaginava) 

Suas mãos entrelaçaram meu cabelo, me puxando mais contra seu corpo. Minha boca procurou pela dela com fúria, e a beijei como se fosse a última coisa que eu faria na vida. 

T: How you doin’ young lady 
(Como você está mocinha?) 
That feelin’ that you givin’ really drives me crazy 
(Aquela vibração que você está dando está me enlouquecendo) 
You don’t haveta play about the joke 
(Você não tem que brincar sobre piadas) 
I was at a loss of words first time that we spoke 
(Eu estava sem palavras desde a primeira vez que falamos) 

Voltei minha atenção novamente para seu busto, desabotoando sua camisa, deixando um sutiã preto, com alça de alguma pedrinha com nome difícil. Muito sexy. Lambi de leve ali, eu não podia demorar muito, afinal eu estava em um banheiro, minha namorada estava na mesa me esperando, e alguém poderia entrar a qualquer momento. 
Mas pensando bem, quem se importa? Se eu tinha a luuh ao meu lado, eu queria era que o mundo explodisse! 

N: Looking for a girl that’ll treat you right 
(Se você está procurando uma garota que te trate bem) 
You lookin’ for her in the day time with the light 
(Você está à procura dela durante o dia com a luz) 

T: You might be the type if i play my cards right 
( Você pode fazer meu tipo, se eu jogar minhas cartas bem) 
I'll find out by the end of the night 
(Eu vou descobrir até o final da noite) 

Puxei lua pela cintura, que pulou e cruzou as pernas em volta da minha, sentindo sua respiração acelerada bater em meu rosto. Caminhei assim até a cabine mais perto - que por sorte era a maior. Voltei a colocá-la no chão, prensando-a contra a parede, fazendo com que ela arfasse. 
lua foi rápida, e começou a desabotoar minha calça e a tirar minha blusa. Não demorei muito para desabotoar sua camisa e seu sutiã. Logo, estávamos apenas de calcinha - ela - e cueca - eu. 

N: You expect me to just let you hit it 
(Você espera de mim que eu seja "fácil"?) 
But will you still respect me if you get it 
(Mas será que vai me respeitar depois de ter o que quer?) 

T: All i can do is try, gimme one chance 
(Tudo que eu posso fazer é tentar, me dá um chance) 
What’s the problem i don’t see no ring on your hand 
(Qual é o problema? Não vejo nenhum anel em sua mão) 
I be the first to admit it, 
(Eu sou o primeiro a admitir) 
I’m curious about you, you seem so innocent 
(Estou curioso sobre você, que parece tão inocente...) 

N: You wanna get in my world, get lost in it 
(Você quer entrar em meu mundo? Se perder?) 
Boy i’m tired of running, lets walk for a minute 
(Garoto, estou cansada de correr, vamos andar por um minuto) 

Parei de beijá-la por um segundo, e quando abri os olhos, ela já não estava na minha frente, e sim agachada, abaixando minha cueca, pegando meu membro. Senti sua boca lambê-lo de leve, e engoli seco. Porra, eu não esperava aquilo! lua começou a sugá-lo com força, senti meu corpo inteiro contrair e pedir mais por aquilo. Aos poucos ela foi parando, e voltou a ficar de pé, me beijando de leve. Novamente a joguei contra a parede, vendo-a protestar porque estava gelada. Mas nem me importei muito com isso, apenas a penetrei devagar, encostando minha testa na sua, ouvindo-a gemer baixinho. 

T: Promiscuous girl 
(Menina Promiscua) 
Wherever you are 
(Aonde quer que esteja) 
I’m all alone 
(Eu estou sozinho) 
And it's you that I want 
(E é você quem eu desejo) 

N: Promiscuous boy 
(Menino Promiscuo) 
You already know 
(Você já sabe) 
That i’m all yours 
(Que sou toda sua) 
What you waiting for? 
(O que está esperando?) 

T: Promiscuous girl 
(Menina Promiscua) 
You're teasing me 
(Você está me pirraçando) 
You know what I want 
(Você sabe o que quero) 
And I got what you need 
(E eu tenho o que você precisa) 

N: Promiscuous boy 
(Menino Promiscuo) 
Let's get to the point 
(Vamos ir direto ao assunto) 
Cause we're on a roll 
(Porque estamos enrolando) 
Are you ready? 
(Você está pronto?) 

Comecei a me movimentar em sintonia com seu corpo, ouvindo seus gemidos aumentarem conforme eu aumentava meu ritmo. Por sorte, ninguém resolveu ir ao banheiro. 
Ri da música que tocava e percebi que ela também achou graça naquilo. lua começou a puxar meu cabelo com força, e eu sentia que a qualquer momento poderia cair da prazer, devido a posição que estávamos. 
Nossos corpos já estava completamente suados, e nosso estado era deplorável para quem teria que atravessar um restaurante todo. 

N: Roses are red 
(Rosas são vermelhas) 
Some diamonds are blue 
(Alguns diamantes são azuis) 
Chivalry is dead 
(Cavalheirismo está morto) 
But you're still kinda cute 
(Mais ainda assim você é bonitinho.) 

T: Hey! I can't keep my mind off you 
(Ei! Não consigo ficar sem pensar em você) 
Where you at, do you mind if I come through 
(Com quem você está, se importa se eu interferir?) 

N: I’m out of this world come with me to my planet 
(Estou fora deste mundo, venha comigo para o meu planeta) 
Get you on my level do you think that you can handle it? 
(Trazer você em meu nível, acha que consegue agüentar?) 

T: They call me Thomas 
(Eles me chamam de Thomas) 
Last name crown 
(Sobrenome Crown) 
Recognize game 
(Reconheço o jogo) 
I'm a lay mine's down 
(Diante de um grande prêmio) 

N: I'm a big girl 
(Sou uma grande menina) 
I can handle myself 
(Eu sei me cuidar) 
But if i get lonely i’ma need your help 
(Mas se eu ficar sozinha vou precisar da sua ajuda) 
Pay attention to me i don't talk for my health 
(Preste atenção! Não falo da minha saúde.) 

T: I want you on my team 
(Quero você em meu time) 
N: So does everybody else. 
(Todo mundo quer) 

T:Baby we can keep it on the low 
(Baby, podemos ficar sem se expor) 
Let your guard down ain’t nobody gotta know 
(Abaixe sua guarda, ninguém precisa ficar sabendo) 
If you with it girl i know a place we can go 
(Se você está nessa, garota, eu sei de um lugar que podemos ir) 

N: What kind of girl do you take me for? 
(Que tipo de garota você acha que eu sou?) 

- arthur... - ela disse com a voz falha e senti seu corpo relaxar sobre o meu. Entendi o recado, aumentando mais meus movimentos. Em pouco tempo, senti o prazer tão bom que se sente quando se transa. Aos poucos, fui parando os movimentos, tentando ficar de pé. Minha perna estava mole e adormecida, mas valera a pena. A única coisa ruim de tudo é ter que fazer as coisas com pressa. Eu odeio isso. 

T: Promiscuous girl 
(Menina Promiscua) 
Wherever you are 
(Aonde quer que esteja) 
I’m all alone 
(Eu estou sozinho) 
And it's you that I want 
(E é você quem eu desejo) 

N: Promiscuous boy 
(Menino Promiscuo) 
You already know 
(Você já sabe) 
That i’m all yours 
(Que sou toda sua) 
What you waiting for? 
(O que está esperando?) 

T: Promiscuous girl 
(Menina Promiscua) 
You're teasing me 
(Você está me pirraçando) 
You know what I want 
(Você sabe o que quero) 
And I got what you need 
(E eu tenho o que você precisa) 

N: Promiscuous boy 
(Menino Promiscuo) 
Let's get to the point 
(Vamos ir direto ao assunto) 
Cause we're on a roll 
(Porque estamos enrolando) 
Are you ready? 
(Você está pronto?) 

T: Don't be mad, don't get mean 
(Não seja brava, não fique malvada) 
N: Don't get mad, don't be mean 
(Não fique bravo, não seja malvado) 

T: Hey! don't be mad, don't get mean 
(Ei! Não seja brava, não fique malvada) 
N: Don't get mad, don't be mean 
(Não fique bravo, não seja malvado) 

T: Wait! i don't mean no harm 
(Espere! Eu não quero lhe fazer mal) 
I can see you with my t-shirt on 
(Eu posso te ver vestida com a minha camisa) 

N: I can see you with nothing on 
(Eu posso te ver sem roupa) 
Feeling on me before you bring that on 
(Me tocando antes de você chegar lá) 

T: Bring that on? 
(Chegar lá?) 

N: You know what i mean 
(Você sabe o que eu quis dizer) 

T: Girl, i’m a freak you shouldn't say those things 
(Menina, eu sou maluco, você não deveria dizer essas coisas) 

N: I’m only trying to get inside your brain 
(Estou apenas tentando entrar na sua cabeça) 
To see if you can work me the way you say 
(Ver se você pode mexer comigo do jeito que diz) 

T: It's okay, it's alright 
(Tá tudo bem, tudo tranqüilo) 
I got something that you gon' like 
(Tenho uma coisa que você vai gostar) 

N: Hey is that the truth or are you talking trash 
(Ei! É verdade ou está conversando merda?) 
Is your game M.V.P. like steve nash 
(Seu jogo é M.V.P igual Steve Nash?) 

- Eu sei que essa não é a melhor maneira de compensar alguém, mas acho que metade da minha promessa está cumprida, não? 
- Tenho certeza que qualquer lugar que você me levasse compensaria - ela disse e subtamente vi sua bochecha avermelhar. 
- Melhor não começar a me acostumar mal... - me aproximei dela. - Senão vou querer te compensar todos os dias. Mordi de leve sua bochecha e senti uma vontade enorme de estar na minha casa, de deitar na minha cama, com ela ao meu lado. Apenas ela. 

T: Promiscuous girl 
(Menina Promiscua) 
Wherever you are 
(Aonde quer que esteja) 
I’m all alone 
(Eu estou sozinho) 
And its you that I want 
(E é você quem eu desejo) 

N: Promiscuous boy 
(Menino Promiscuo) 
I'm calling your name 
(Estou chamando você) 
But you're driving me crazy 
(Está me deixando louca) 
The way you're making me wait 
(Com toda essa espera) 

T: Promiscuous girl 
(Menina Promiscua) 
You're teasing me 
(Você está me provocando) 
You know what I want 
(Você sabe o que quero) 
And i got what you need 
(E eu tenho o que você precisa) 

N: Promiscuous boy 
(Menino Promiscuo) 
We're one in the same 
(Estamos um a um) 
So we don't gotta play games no more 
(Então não precisamos mais fazer joguinhos) 

Nós trocamos de roupa, nos arrumados da melhor forma possível e saímos juntos do banheiro. Tenho que dizer que se demorássemos mais um pouco, um cara nos pegaria no ato. 
- arthur, onde você vai? - luuh disse, me vendo ir até o outro lado do restaurante. 
- Fui pegar meu celular no carro - pisquei para ela, saindo. Dei um tempinho lá fora, vendo o movimento do local - dois minutos no máximo - e voltei. 
- Demorou hein, arthur?! - chay foi o primeiro a dizer alguma coisa ao me ver. Claro que ia ser o chay, aposto que ele entendeu o que aconteceu e queria estar no meu lugar. Eu sei, ele é meu melhor amigo, mas essa é a verdade. Eu não sou um filho da puta, nem nada, afinal, ele não gosta dela, como ele mesmo diz. 
- Esses caras incompetentes que não sabiam onde colocaram a chave do meu carro depois que estacionaram, vê se pode! - fingi estar irritado e me sentei, ouvindo uma risada baixa, vinda de lua . Meu corpo protestou pelo dela, quando senti sua perna roçar na minha e de repente sua mão tocar minha coxa. 
Ah, se eu não soubesse controlar meus impulsos... 
Eu não sabia onde essa minha história com a lua ia parar, mas uma coisa eu tinha certeza: eu estava completamente morrendo de desejo por ela. 

3 comentários: